terça-feira, 5 de maio de 2009

Autobiografia

Nos folhetos que preparou para os cursos do Studio e Escola de Arte Igayara, estão as informações que reproduzo aqui. Achei um bom começo.

Waldyr Igayara de Souza (1934-2002)

1957-1960 -Aluno do Prof. João Rossi na Associação Paulista de Belas Artes (desenho e aquarela).
1958-1960 - Colaborador de Jayme Cortez na criação de quadrinhos nacionais.
1961-1965 - Desenhista Disney dos Sutdios Disney na Editora Abril.
1964-1965 - Criador do personagem FLORISVALDO, o vagabundo, publicado no Jornal Última Hora. 500 tiras publicadas, posteriormente republicadas pela Abril em convênio com diversos jornais.
1969-1989 - Diretor Editorial da Abril Jovem - Publicações Infanto-juvenis (revistas em quadrinhos, revistas de atividades e livros).
1969-1989 - Diretor do Centro de Criação de Quadrinhos da Abril.
1969 - Criação da Revista Recreio.
1978-1988 - Visitas frequentes aos Studios Disney, Hanna & Barbera, Corrieri dei Piccoli, Snoopy Place, entre outras editoras e produtoras.
1982 - Criador da Revista Alegria e de seu personagem principal, o palhaço Alegria.
1990-2002 - Diretor e professor do Estúdio e Escola de Arte Igayara, em São Paulo.
1991 - Consultor Editorial da Ayrton Senna Promoções, para a Revista do Senninha.
1992 - Prêmio Ângelo Agostini de Mestre dos Quadrinhos pela AQC.

Em sua trajetória, Igayara destacava ainda estes fatos:

Jurado permanente do Prêmio Abril de Jornalismo, Seção Quadrinhos.
Participante por 5 anos das Feiras de Livros de Frankfurt (Alemanha) e Bolonha (Itália).
Contatos permanentes com artistas de todo o mundo, como Moebius (Heavy Metal), Joe Kubert (Escola em Dover, EUA), Will Eisner (Spirit), Jose Delbó (DC Comics) e diversos outros autores estrangeiros.
Criador dos personagens: Peninha, o índio, Bonifácia, Ovídeo e os Pererecas, Turma do Paulistinha, Turminha do Morumbi, Turma da Nina, Sapópolis, Lelé, Krysóstomo, entre outros.

Fonte: Aprenda a Desenhar (folheto informativo). Estúdio e Escola de Arte Igayara.
Observações: este folheto foi distribuído até o final da atividade da escola.

11 comentários:

  1. OLá Suzana eu fui aluno de seu pai,guardo até hoje as apostilas dele,pena que só pude fazer um único mes de aulas com ele,eu era aluno por correspondencia,guardo a carta que me enviaste na época contando o acontecido,durante algum tempo entrei em contato contigo na esperança de conseguir todas as apostilas dos cursos preparados pelo Prof.Igayara,mas os contratempos de ligações até voce nao viabilizaram isso,se ainda for possivel imensamente agradecido eu facaria,obrigado mais uma vez e saudades do Eterno e sempre Mestre Igayara!!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Susana! Sou o Fernando, que também fui aluno do seu pai, talvez você lembre de mim - era o aluno apaixonado pelo Zé Carioca. Estou fazendo um curso de conservação de acervos no Arquivo do Estado e também gostaria muito de ajudar nesse resgate da memória do Iga.

    ResponderExcluir
  3. Olá Fernando, foi uma alegria receber sua mensagem. Eu prometo postar mais alguma coisa, fiz o blog como um teste e já recebi mensagens, o que anima a gente a continuar.
    Abração. Susana

    ResponderExcluir
  4. Olá Suzana.
    Também fui do Prof.Valdyr por correspondência, onde passei a desenhar um pouco melhor. Ainda tenho o material do curso com aquelas cartinhas comentando os desenhos e as notas de avaliação.
    Gostaria de saber se há possibilidade de conseguir a última apostila para completar o material.
    Caso possa auxiliar em algo mais, pode contar comigo
    abraços. Gilvan.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Gilvan
    Fico sempre muito contente em conhecer os ex-alunos de meu pai. Depois escrevo para você sobre a apostila. Abraço, Susana.

    ResponderExcluir
  6. Olá Susana...
    Postei um comentário semana passada, encaminho novamente.
    Através do blog encontrei um ex-aluno (Fernando), que se tornou um excelente artista!
    Para esclarecer, ele foi meu aluno quando eu lecionava Educação Física em uma escola aqui da Zona Norte.
    Talvez consiga, através dele, a última apostila para completar meu material.
    Grande abraço.
    Gilvan Oraggio
    www.flickr.com/photos/oraggio

    ResponderExcluir
  7. Oi Susana, meu nome é Rafael, fui aluno do Iga em 1998 eu acho, gostei muito dele e nem tinha noção na época do que ele era, gostava de ir desenhar e de quando ele sentava ao nosso lado para contar suas aventuras quando morava no exterior. Não lembro muito do rosto das outras pessoas mas se eu não me engano vc ficava na entrada ali da escola e geralmente recebia o pagamento das minhas mesalidade??? rsrsrs bom sei lá, to chutando! Entrei lá com mais dois amigos Paulo Binder e Alexandre, que continuaram o curso e eu infelizmente tive q parar por motivos financeiros, mas guardo até hoje as apostilas do Iga com alguns rabiscos dele rsrsrs, e foi ele quem me inspirou a pintar com aquarela e isso nem fazia parte do curso e lembro até hoje dos quadros nas paredes e os artistas que ele me apresentou.
    Foi por pouco tempo, ninguém nem lembra de mim, mas gostei bastante.

    ResponderExcluir
  8. Na verdade, quem ficava na secretaria era minha irmã, Márcia Igayara.

    ResponderExcluir
  9. Olá Suzana!meu nome é Rodolfo, sou de Lençóis Paulista, interior de São Paulo, fui aluno do seu Pai por correspondencia, no ano de 1998, fiz um ano de curso com ele, nos falavamos por telefone todos os meses, ele sempre foi muito atencioso comigo, e sempre respondia minhas cartas com desenhos extras que fazia pra ele, na época eu tinha 16 anos, ele me ensinou muita coisa que uso até hoje na minha vida, me formei em design pela unesp, trabalhei como designer na GM, hj dou aulas de desenho, encontrei as cartas dele nessa semana e resolvi procurar noticias da escola e do Waldyr, não sabia do seu falecimento, fato que me entristeceu profundamente, mas ele deixou um legado sem precedentes, foi uma pessoa iluminada!
    Um grande abraço,
    Rodolfo Vanni

    ResponderExcluir
  10. Eu trabalhei na Editora Abril e durante uns dois anos o Iga era meu supervisor direto.
    Ele era uma pessoa muito especial e eu lembro dele com muita amizade. Eu trabalhava como pesquisador e ele sempre foi muito legal comigo.
    Jose Geraldo Soares, New York

    ResponderExcluir